Archivos da paixão
terça-feira, janeiro 04, 2005
 
Leituras em dia [4]


O Livro de Bolso do Weblogue - Conselhos práticos para criar e manter o seu blogue, Rebecca Blood, col. Campo da Actualidade, Edit. Campo das Letras, Porto, 2004

"Um weblogue é uma conversa de café vertida em texto, com referências, como se exige." (p.15)

"O que têm em comum [o weblogue] é o formato: uma página da Internet com novas entradas localizadas no topo, actualizadas frequentemente, em alguns casos, várias vezes ao dia. É normal surgir, num dos lados da página, uma lista de ligações que conduzem a sítios semelhantes. Alguns sítios são cosntituídos apenas por um weblogue, outros incluem o weblogue como parte integrante de um sítio mais alargado. São mais do que uma lista de ligações, todavia são menores do que uma revista amadora completa; os weblogues são difíceis de descrever, contudo, fáceis de identificar." (p.15)

"O que torna bons os weblogues? Alguns fazem uma cobertura tão extensa do assunto seleccionado que se tornam fontes principais desse campo (...) Em suma, a qualidade de um weblogue baseia-se essencialmente na autenticidade da sua voz." (p.73)

"O rescaldo do 11 de Setembro demonstrou o poder do relato de histórias não mediadas, na medida em que os sobreviventes partilharam relatos presenciais desta grande tragédia nos weblogues. (...) O 11 de setembro também desencadeou uma geração de "blogues de guerra" warblogs, sítios de estilo agressivo, principalmente centrados na resposta dos EUA a estes ataques terroristas. Os "blogues de guerra" também trouxeram um contingente de vozes conservadoras e libertárias para o meio da comunidade tendencialmente de esquerda." (p.170)

"Na web um bloguista independente nunca poderá ter a certeza de ter um público alargado. A única recompensa reside no facto de receber visitas deliberadas. Estes micropúblicos crescem muito lentamente, mas são dedicados. este erro de raciocínio relativo ao público é perdoável dado que é preciso tempo e experiência para percebermos as características de um novo meio de comunicação." (p.168/169)

"Partilhamos tantas coisas, vamos recorrer aos nossos weblogues para nos definirmos individualmente à medida que avançamos juntos, rumo à comunidade, ligados pelo nosso compromisso partilhado da expressão pessoal, da livre expressão e da troca vigorosa de ideias." (p.178)

Comments:
Very nice site! »
 
Enviar um comentário

<< Home